terça-feira, 16 de agosto de 2016

TREINOS CURTOS PARA PROVAS LONGAS

Você tem como objetivo disputar provas de 10 milhas ou meias maratonas. No meio da preparação, compromissos profissionais e familiares entram na sua frente e roubam o tempo que seria dedicado ao treinamento. O que fazer?
“Não podemos desanimar diante da falta de tempo. Treinar pouco, mas de forma correta, é muito melhor do que ficar parado”, defende Emerson Bisan, diretor da Nova Equipe Assessoria Esportiva. Se o corredor só tem tempo para fazer treinos mais curtos (por exemplo, de meia hora por dia), mas deseja correr uma meia maratona, deve praticar as mesmas variações utilizadas quando tem mais disponibilidade. O treinamento será uma versão em miniatura do ideal, priorizando os treinos de intensidade. “Só não se esqueça de, algumas vezes, simular o ritmo que se usaria em treinos longos”, alerta Bisan.


“Os treinos de qualidade avançados, como intervalados, fartleks, splits negativos e de aclives, podem ser feitos em pequenos módulos ou com menor número de repetições”, aconselha. Outra opção é abusar dos treinos progressivos, aqueles em que o corredor aumenta a intensidade a cada determinada distância. “Assim, a primeira parte do treino, que é mais leve, pode ser o próprio aquecimento”, diz o treinador. Por fim, antes da prova-alvo, tente participar de provas longas, encarando-as como parte do treinamento.
 DicaSe você tem pouco tempo para correr por dia, mas pode fazer isso por vários dias seguidos, não treine em alta intensidade seguidamente. “Sem respeitar o tempo de recuperação de um treino intenso para outro, o risco de lesão aumenta. É muito importante elaborar uma estratégia com a alternância de treinos e estímulos, mesmo para treinos curtos”, conclui.

0 comentários:

Postar um comentário