terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Nike cria programa para correr a Maratona em menos de… 2h00

Um dos principais sonhos do Atletismo, correr a Maratona em menos de 2h00 (estabelecido em 2014, o recorde mundial está na posse do queniano Dennis Kimetto, em 2h02m57) poderá acontecer mais cedo do que muitos previam, tudo devido a Nike, que criou um programa com o intuito de fazer do sonho uma realidade, o denominado Breaking2.




Segundo revela a revista Runner´s World (clique aqui para ler o artigo), os atletas Eliud Kipchoge, do Quénia, Lelisa Desisa, da Etiópia, e Zersenay Tadese, da Eritréia, estão neste momento integrados no programa Breaking2, que tem como objetivo superar uma das barreiras mais emblemáticas da corrida, correr a distância em menos de duas horas.
«Após mais de dois anos de pesquisa, preparação e testes, três corredores de primeira linha – Eliud Kipchoge, do Quénia, Lelisa Desisa, da Etiópia, e Zersenay Tadese, da Eritréia – iniciaram oficialmente o seu programa. A tentativa do novo recorde deverá acontecer em algum momento da Primavera», revela a revista.

Para correr a Maratona em 1h59m59, um atleta tem de apresentar uma média de 2m51 por km (o pace de Kimetto é de 2m56). A Nike não revelou quanto custa a globalidade do projeto Breaking2, defendendo que o momento histórico, caso seja alcançado, justificará o investimento, que conta, por exemplo, com uma atribuição financeira elevada aos três atletas em causa, que deixarão de correr a lucrativa temporada de maratona da Primavera.

De referir que os pormenores da Breaking2 ainda são desconhecidos, já que a Nike não revela o seu plano, pois o segredo é a alma do sucesso.
«A marca de duas horas na Maratona é uma dessas barreiras épicas do Atletismo. Foi como baixar dos 10 segundos nos 100 metros ou dos 4 minutos na milha. No final do dia, só queremos mostrar que este objetivo é possível. O que pretendemos provar é que está dentro das capacidades da fisiologia humana correr em menos de duas horas », afirmou à revista o Nike VP Footwear Innovation, Tony Bignall.

Agora na sua fase final, o programa Breaking2 poderá marcar um antes e um depois na história da Maratona. Agora é esperar pela Primavera… 

0 comentários:

Postar um comentário